Cadastrar-se
NOSSA PRÓXIMA
TRANSMISSÃO
INICIARÁ EM:
Você está aqui: HomeMensagemA PALAVRA DE DEUS E A IGREJA

Autores

A PALAVRA DE DEUS E A IGREJA

LINK PARA DOWNLOAD - https://mega.nz/#!Mc9mjLba!b6cnBRLXv2ySTRL3r9sghdtKjoWNDuOQc6_vlgGQNB8

Este povo honra-me com os lábios, mas seu coração está longe de mim. Em vão me adoram ensinando doutrinas que são preceitos humanos. Mateus 15:8.

A Palavra de Deus é a causa de toda a experiência na vida de um cristão. Não é a tradição que determina a Palavra de Deus, mas esta gera a boa tradição. Não foi, em si, a igreja que gerou a Palavra, mas foi o Espírito, pela Palavra, quem gerou a igreja. Não podemos entrar na loucura de achar que a igreja não é importante na formação do cânon bíblico, porém não podemos olvidar que foi a Palavra de Deus quem gerou a igreja.

Tudo começa pela Palavra. Temos certeza de que o universo foi formado pela Palavra de Deus: Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo passou a existir. Salmos 33:9. A Palavra de Deus é a origem fundamental dos átomos. É o poder que energiza tudo. Pela fé, entendemos que foi o universo formado pela palavra de Deus, de maneira que o visível veio a existir das coisas que não aparecem. Hebreus 11:3.

Temos certeza bíblica de que a Palavra de Deus, o Logos de Deus, se fez carne para habitar entre nós. Que a Palavra ou o Verbo é a causa redentora de um povo caído que foi buscado por Deus. Jesus é a encarnação da Palavra que é a fonte da nossa salvação. E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai. João 1:14.

Temos a certeza bíblica de que as Escrituras do Pacto Anterior, o chamado, Antigo Testamento, revelam a pessoa do Verbo Divino ou a Palavra de Deus. Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim. João 5:39. As Escrituras testemunham a realidade de Cristo Jesus, a Palavra de Deus encarnada, que é a causa primária e a origem da igreja.

Temos a certeza bíblica de que a Escritura pregada e ensinada por Jesus e os Seus apóstolos era o Antigo Pacto, por meio da qual a igreja foi gerada, alimentada e sustentado através do puro leite espiritual. Portanto, toda a Escritura veterotestamentária antecedeu a existência da própria igreja. Foi isto que o apóstolo Paulo disse a Timóteo: e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. 2 Timóteo 3:15. (Timoteo só tinha o AT).

Temos a certeza bíblica de que o povo de Israel foi originado da Palavra oral de Deus, quando escolheu a Abraão. Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei; Gênesis 12:1. Foi Deus que o achou e foi a Sua Palavra que o convocou, o salvou e o conduziu.

Temos a certeza bíblica de que foi a Palavra de Deus escrita que plasmou todo o processo da história do povo de Israel. Disse mais o SENHOR a Moisés: Escreve estas palavras, porque, segundo o teor destas palavras, fiz aliança contigo e com Israel. Êxodo 34:27. O cânon do VT foi construído no processo da formação do povo, portanto, não foi a tradição do povo de Israel que sustentou a fidelidade da Palavra, mas foi a fidelidade da Palavra de Deus que manteve a boa tradição do povo.

Temos a certeza bíblica de que a igreja foi originada, edificada e sustentada pela verdade Cristocêntrica das Escrituras, de alfa a ômega: Pois tudo quanto, outrora, foi escrito para o nosso ensino foi escrito, a fim de que, pela paciência e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança. Romanos 15:4.

Temos a certeza bíblica de que as Escrituras do Novo Pacto foram escritas no processo de disseminação da mensagem do Evangelho na igreja e através da igreja e que não é ela que garante a sustentabilidade das Escrituras, mas as Escrituras, pelo Espírito, a sustentam. Dizer que foram bispos e teólogos que estabeleceram o cânon é ignorar que foram as Escrituras que formataram o pensamento dos bispos e teólogos.

Não podemos negar a importância da igreja nos primeiros séculos da história para a formação do cânon do NT, mas não podemos negar que o pensamento dessa igreja foi construído pelas Escritura Sagrada, tanto do AT como do NT.

Vemos assim: Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra. 2 Timóteo 3:16-17. Assim, cremos que a tradição vem das Escrituras e não esta daquela.

Cremos que é a verdade que mantém o homem verdadeiro e não o homem verdadeiro que sustenta a verdade, ainda que seja ele quem a expresse. É a verdade que garante o ser verdadeiro. A vida do homem verdadeiro é sustentada pela verdade.

Cremos como o Mestre Eckhart, dominicano do séc XIV, “se Deus fosse capaz de desviar-se da verdade, eu de bom grado manter-me-ia fiel à verdade e renunciaria a Deus.” Para mim, fica muito claro que é a verdade de Deus que mantém a igreja de Cristo verdadeira, mesmo que essa igreja seja a coluna da verdade, não é ela que sustenta, por si mesma, as Escrituras da verdade, mas é antes sustentada pela verdade das Escrituras.

Temos a certeza bíblica de que a igreja é comparada ao candeeiro de ouro, um candelabro, como nos mostra o apóstolo João: Quanto ao mistério das sete estrelas que viste na minha mão direita e aos sete candeeiros de ouro, as sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete candeeiros são as sete igrejas. Apocalipse 1:20.

Cremos que as Escrituras são como luz que ilumina nossos passos. Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e, luz para os meus caminhos. Salmos 119:105. A luz do menorá, referida por João, vem dos 3 braços de cada lado e da haste central.

A igreja é vista aqui como o candelabro com 7 hastes feitas de um talento de ouro, numa peça talhada, sem emendas, contendo, esculpidos em cada um dos braços laterais, um conjunto de: botão, flor e fruto, repetidos 3 vezes, ou 27 elementos em cada conjunto dos 3 braços laterais e 4 jogos de 3 na haste central, contendo 12 elementos.

As 7 lâmpadas que brilham no cume do menorá estão iluminando sobre os 9 conjuntos de: botão, flor e fruto de cada lado e 4 conjuntos no centro, perfazendo a seguinte conta: (9x3) + (4x3) + (9x3) ou 27 + 12 + 27 = 66. É no mínimo curioso. Aqui temos o número dos livros da Bíblia usada, sem distinção, até a Reforma Protestante.

Tenho compreensão semelhante a de Kevin J. Conner que - botão, flor e fruto representam a Trindade, (Pai, Filho e Espírito) na construção das Escrituras. Há nestes elementos uma origem, o meio e o resultado da vida Divina no pensamento da Bíblia.

Mesmo sabendo que homens da igreja como Policarpo, Irineu, Inácio, Justino, Origens, Tertuliano, Agostinho, Atanásio e tantos outros foram fundamentais, para a estruturação do cânon da Bíblia, cremos que estes instrumentos foram, antes de tudo, muito bem construídos pelo pensamento bíblico e, movidos pela Trindade, que inspirou a Escritura, a tornarem-se em legítimos defensores daqueles pensamentos que os formou.

Precisamos de luz neste terreno. Uma vez os religiosos da época de Jesus se incomodaram com a conduta dos discípulos com esta questão: Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? Pois não lavam as mãos, quando comem. Mateus 15:2. Eles estavam com os olhos no exterior e preocupados com a forma.

Jesus devolve a pergunta: Por que transgredis vós também o mandamento de Deus, por causa da vossa tradição? Mateus 15:3. A tradição só tem sentido se ela estiver fundamentada plena e totalmente na Palavra de Deus, caso contrário, é uma brutal traição à verdade da Escrituras e um contradição ao espírito do Evangelho.

Cremos que a igreja de Cristo é um produto vivo das Escrituras reveladas por meio do Espírito Santo. Que a experiência de regeneração é o resultado efetivo do poder da Palavra de Deus na vida das novas criaturas, que andam na base da Palavra. Pois, segundo o seu querer, ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como que primícias das suas criaturas. Tiago 1:18.

Minha conclusão: pregue a “tradição” na igreja e você terá apenas uma igreja tradicional. Pregue Cristo na igreja e terá a igreja de Cristo tradicionalmente saudável.

Por Glenio Fonseca Paranaguá
Categoria Mensagem
Dom, 05 de Novembro de 2017 07:16

Adicionar comentário


Última modificação em Ter, 07 de Novembro de 2017 07:43

Horários dos cultos

Quarta-Feira (Culto de Oração) às 15:00 hrs
Quarta-Feira (Reunião de Oração) às 19:30 hrs
Quinta-Feira (Tempo de Graça) 12:15 às 12:45 hrs
Sábado (Culto de Jovens) às 19:30 hrs
Domingo às 9:30 e às 18:30 hrs

Localização

mapa
Primeira Igreja Batista em Londrina
Avenida Paraná, 76A - Centro
Londrina - PR, 86020-360
+55 (43) 3372-8900
comunicacao@palavradacruz.com.br

icone_rss icone_face icone_twitter icone_vimeo icone_orkut icone_youtube

 

 

Confins da Terra
Home - - Contato
Copyright 2011 - PIB Londrina todos os direitos reservados.